O Crescimento do Varejo Digital

Vivemos em uma sociedade na qual a tecnologia não é um luxo, e sim uma necessidade. Com a grande revolução tecnológica proporcionada pela internet, o varejo digital é outro termo fundamental para quem quer vender mais.

O varejo sempre foi importante em nossa sociedade, desde a Antiguidade, esteve presente nos comércios do mundo inteiro. Atualmente estamos presenciando uma revolução nessa modalidade, usando como principal fator a internet.

O varejo digital, ou varejo eletrônico, nada mais é que outra forma de varejo, envolvendo venda por meios eletrônicos como a internet.

A importância da internet  para o varejo começou há muito tempo, na década de 1980, quando as corporações já realizavam transações por meios eletrônicos utilizando tecnologias como Electronic Data Interchange (EDI – “troca eletrônica de documentos”) e Electronic Funds Transfer (EFT – “transferência eletrônica de fundos”), com foco nas operações logísticas.

Alguns dos termos mais utilizados para este varejo digital são: loja virtual, comércio eletrônico, e-commerce e varejo on-line, e seu uso se refere tanto à compra e venda pela internet quanto a transações entre empresa e consumidor (B2C) ou transações entre pessoas físicas por meio de sites de vendas. Destacamos, porém, que para um varejista ser considerado digital não significa que ele necessite vender por um site, e sim estar presente na internet (de forma institucional ou promocional).

 

Principais diferenças do Varejo Tradicional e do Varejo Digital

O varejo pode ser realizado por três tipos de organizações:

  • Organizações tradicionais ou físicas: aquelas que existem e realizam transações apenas fisicamente, também chamadas de “velha economia”.
  • Organizações virtuais: existem apenas na internet.
  • Organizações de cliques: os principais negócios são físicos, mas realizam alguns virtuais. Com a transformação digital, o mundo virtual e o real passaram a se “misturar” e, como consequência, muitas das grandes lojas de varejo criaram suas plataformas digitais e incorporaram diversas tecnologias buscando integrar o varejo físico e o digital, assim trazendo mais conforto e comodidade para o cliente.

Os mercados digitais, além de serem mais flexíveis e eficientes, também envolvem custos menores, por exemplo, os processos logísticos e o menor número de intermediários envolvidos.

Ainda, o varejo digital tem uma dinâmica maior, podendo se adequar com mais agilidade ao mercado.

Destacam-se também como diferenciais importantes entre estes dois mercados o numero de produtos oferecidos, já que resultados de pesquisas apontam que as lojas virtuais tendem a ter uma quantidade de produtos 91% superior as lojas físicas, além de apresentarem produtos diferentes entre os dois modelos de lojas; a precificação, que, nas lojas virtuais, tende a ser –13% abaixo das lojas físicas; o prazo de pagamento, que também tende a ser melhor nas lojas virtuais em comparação às físicas; e os canais de atendimento, que, enquanto nas lojas físicas tendem a ser entre 5 e 6 canais de atendimento para o clientes, nas virtuais, variam entre 3 e 4.

Não fique de fora do Varejo Digital

Como vimos para quem tem já uma loja física, é fundamental inserir os seus produtos e serviços no ambiente eletrônico, e a migração para o varejo digital é fundamental para conquistar e fidelizar mais clientes. E para aqueles que estão pensando em começar um novo negocio de varejo, iniciar as suas vendas na internet pode ser muito lucrativo.

Pra isso é necessário muito estudo e parcerias com profissionais qualificados e engajados no mundo digital. Com isso, a Ctrlz Digital pode te ajudar a crescer. Conte com a nossa ajuda e venda mais, fale conosco e saiba mais como podemos te ajudar.

Please follow and like us: